Todos os post de Heloisa Emer

A Fonte

A Fonte

Elevamo-nos em distinção vitoriosa, partindo das fontes antigas, ao mesmo tempo, sempre novas, de nossas almas.

O “eu” passa do não-conhecimento ao conhecimento, surpreendendo a nós próprios constantemente.

Ao lermos estas sentenças, uma parte de nosso conhecimento torna-se consciente e disponível instantaneamente. Outra permanece inconsciente. Mesmo o conhecimento inconsciente é saber, em sua própria inconsciência. Sabemos o que estamos fazendo, mesmo quando não percebemos.

Um olho sabe que vê, embora não veja a si próprio a não ser por meio do reflexo. O mundo como vemos é um reflexo do que somos, não em vidro, mas na realidade tridimensional.

Projetamos pensamentos, sentimentos e expectativas para fora, depois os percebemos como a realidade externa.

Quando parece que outros estão nos observando, antes estamos observando a nós mesmos, sob o olhar de nossas projeções.

Somos o retrato vivo de nós próprios, projetamos para fora, na carne, o que pensamos ser.

Emoções, pensamentos conscientes e inconscientes alteram e formam nossa imagem física.

Isto é relativamente fácil de compreender, mas não é tão fácil, entretanto, compreender que nossos sentimentos e pensamentos formam nossa experiência exterior do mesmo modo, ou que os eventos que parecem nos acontecer foram criados por nós, dentro do ambiente mental ou psíquico interior.

Agradecimentos ao grupo Meta-física e ao amigo Luiz Garavello

Revelando o Segredo

Existem três tipos de pessoas no mundo:

  1. Aquelas que são criadoras da sua realidade e tem consciência disso, ou seja, sabem exatamente aquilo que querem e manifestam isso em suas vidas. Utilizam todo o poder da Lei da Atração e vivem uma vida plena, próspera e abundante;
  2. Aquelas que são criadoras da sua realidade, mas não tem consciência disso, ou seja, utilizam parcialmente o poder da Lei da Atração “sem querer”. Manifestam um ou outro desejo em suas vidas, entretanto, não conseguem utilizar todo o poder que a Lei da Atração possui;
  3. Aquelas que “deixam a vida me levar”. São pessoas que simplesmente sobrevivem. Não criam sua própria realidade, não utilizam o poder da Lei da Atração e de quebra, debocham daquelas pessoas que falam sobre esse assunto, quando estão tentando ajudá-las;

Honestamente, em qual desses tipos você se encaixa?

A Terra

A Terra

Insetos, pássaros e animais cooperam na aventura terrestre, produzindo o ambiente natural. Nossas consciências criam o mundo, marcando-o com uma coloração emocional.

O mundo é um produto natural de nossas consciências.

Sentimentos e emoções emergem nesta realidade, de uma maneira precisa. Pensamentos aparecem, crescendo em um canteiro plantado.

Estações surgem, formadas por antigas modulações de sentimentos, sendo sustentados por ritmos profundos e duradouros. São o resultado de aspectos criativos inatos que constituem uma porção de toda a vida. Esses aspectos antigos estão profundamente enraizados nas psiques de todas as espécies, e delas emergem os padrões individuais, os projetos específicos de novas diferenciações.

O corpo da terra tem sua própria alma, ou mente, montanhas, oceanos, vales, rios, e todos os fenômenos naturais brotam da alma da terra.

Também os eventos e objetos manufaturados, surgem da mente interior ou alma da humanidade.

O mundo interior de cada um de nós está conectado com o mundo interior da terra, onde o espírito se faz carne.

Parte de nossas almas, está intimamente conectada com a alma do mundo, ou alma da terra.

A menor folha de grama, ou flor, tem consciência desta conexão, sem raciocinar, compreendem sua posição, singularidade e fonte de vitalidade.

Os átomos e moléculas que compõem os objetos, do nosso corpo, mesa, pedra ou rã, captam este imenso impulso criador que sustenta nossa existência, sobre o qual apoiamo-nos individualmente, todos diferenciados e seguros de si mesmos.

Agradecimentos ao grupo Meta-física e ao amigo Luiz Garavello

Pensamento Positivo

Pensamento Positivo

Livros sobre pensamento positivo (embora às vezes tenham valor), em geral, não levam em consideração a natureza habitual dos sentimentos negativos, as agressões ou repressões, que com frequência, são varridos para baixo do tapete. Não explicam como os pensamentos e emoções causam a realidade.

Os autores destacam que devemos ser:

  • Positivos,
  • compassivos,
  • fortes,
  • otimistas,
  • cheios de alegria
  • e entusiasmados.

Não mostram como podemos sair de uma determinada situação em que nos encontramos, sem revelar o círculo vicioso que parece nos prender, nem levam em consideração os aspectos multidimensionais.

Cada personalidade, embora regida por leis gerais definidas, precisa encontrar e seguir sua própria maneira de adaptar-se a uma situação pessoal.

Exemplos:

  • Se a saúde for precária, podemos remediá-la.
  • Relacionamentos pessoais insatisfatórios, podemos mudá-los para melhor.
  • Viver na pobreza, podemos encontrar-nos cercado de abundância.

Devemos compreender e perceber estes aspectos (ou não), pois perseguimos nossa condição atual com determinação, usando muitos recursos, por fins ou razões que em certa ocasião faziam sentido para nós.

Se nascemos em determinada condição, poderá nos parecer que essas circunstâncias nos foram impostas. Não o foram até certo ponto, podem ser mudadas para melhor, mas é preciso esforço e determinação.

Não somos impotentes para mudar nossos eventos, cada um de nós, independentemente de nossa posição, status, circunstâncias ou condição física, estamos no controle de nossa experiência pessoal.

Vemos e sentimos o que esperamos ver e sentir, o mundo, como conhecemos, é um quadro de nossas expectativas. O mundo como raça humana, é a materialização coletiva de nossas expectativas individuais expressas no coletivo. Filhos vêm de nossos tecidos físicos, o mundo é resultado de nossa criação conjunta.

A existência dos pensamentos e sentimentos negativos não serão maquiadas, nem nossa capacidade de lidar com eles, estão sob nosso controle.

Podem ser usados como trampolins para nossa criatividade.

Agradecimentos ao grupo Meta-física e ao amigo Luiz Garavello

O Verdadeiro Lugar e o Lugar Certo

Existe uma diferença vital entre o verdadeiro lugar e o lugar certo, diferença que podemos entender.

O verdadeiro lugar é o que idealizamos, estar com saúde plena, feliz, genuína prosperidade, harmonia e paz. Este lugar está a sua espera em algum plano ou dimensão e o que é mais importante é que ninguém pode ocupá-lo a não ser você. Este é o seu verdadeiro lugar.

O lugar certo é aquele que você está ocupando agora, quer lhe agrade ou não. Este corresponde à sua mentalidade no momento e pode não ser o seu lugar verdadeiro.

À medida que você vai se tornando auto-consciente, integrando os seus múltiplos aspectos e descobrindo a sua verdadeira natureza, fará com que o seu lugar verdadeiro e o lugar certo sejam um só.

Determine criteriosamente o seu verdadeiro lugar e avalie o seu lugar certo.

ALOHA MAHALO

Limitações das Correntes

Limitações das Correntes

A consciência existente nas mais ínfimas moléculas, grita contra qualquer idéia de limitação, anseia por novas formas e experiências. Cada átomo, procura conscientemente unir-se a novas estruturas e significativas, fazem isso “instintivamente”.

Nós fomos investidos e investimos a nós mesmos, de mentes conscientes para dirigir:

  • a natureza,
  • o molde
  • e a forma de nossas criações.

Todas as nossas aspirações profundas e motivações inconscientes, todos os impulsos silenciados surgem da aprovação ou desaprovação da mente consciente e esperam sua orientação.

Quando abdicamos das funções da mente, deixamo-nos controlar pela experiência “negativa”.

Ao recusarmos nossa responsabilidade, ficamos à mercê aparente de eventos sobre os quais parece não termos qualquer controle.

Agradecimentos ao grupo Meta-física e ao amigo Luiz Garavello

Oração Quântica

Eu ORDENO a retirada de minha mente de todas as crenças, conceitos, pensamentos, imagens, frases, pessoas negativas e TUDO que me limitou até aqui no meu crescimento moral, profissional, financeiro e espiritual.

Se há algum inimigo, revelado ou não, querendo me atingir, que seja iluminado neste momento se tornando meu amigo, porque na minha vida só há lugar para amigos. Abençoe, abençoe, abençoe!

Coisas maravilhosas chegam a minha vida neste momento, neste dia e por toda a eternidade.

Eu conquisto os meus objetivos com facilidade. Vivo minha vida com alegria, calma, serenidade e harmonia comigo e com todo o universo.

Agradeço a tudo que sou e tudo que tenho. Sei que o poder da consciência é ilimitado e que a Consciência Una está comigo em todos os lugares.

Reconheço que sou um ser em constante movimento de evolução.

Escolho agora meu progresso físico, mental, emocional e espiritual e agradeço por meu estado de bem-aventurança. Sou feliz porque consigo sempre o que preciso e em abundância.

Dentro de mim estão virtudes, qualidades, competência, sabedoria e inteligência que fazem a minha vida feliz, realizada e ampla.

Supero qualquer tipo de obstáculo. Diante de mim se desenha um futuro de muita ação, construção e alegria.

As opiniões dos outros são muletas.

Quem tem pernas fortes como eu, não precisa de muletas.

Surpresas maravilhosas chegam agora em minha vida.

É maravilhoso como em todos os momentos estou mais feliz!

Eu sou saudável. Meus músculos são fortes, minha pele é firme, suave e viçosa, cheia de jovialidade.

Minhas células se renovam normal e ordenadamente, assim como meus hormônios.

Meu organismo funciona harmonicamente e eu sou só saúde, paz, vivacidade, beleza e alegria.

É maravilhoso, maravilhoso, maravilhoso!

Minha vida e meus negócios sempre prosperam.

Todo dinheiro que eu preciso vem a mim facilmente a partir de fontes infinitas do bem.

O dinheiro sempre flui para mim em avalanche e abundância, pois a riqueza me pertence e faz parte a todo instante da minha vida.

Meus amigos me abrem portas oportunas e vantajosas ao meu crescimento, que sempre contagia e espalha prosperidade e otimismo com todos que convivo.

Obtenho sempre alegria no contato com TODOS.

A riqueza está aqui. O mundo da Consciência Una é aqui e já é perfeito.

Obrigado, obrigado, obrigado!

A minha vida é do tamanho dos meus sonhos!

Solução, solução, solução.

Sou perfeito(a), sou saudável em corpo e consciência, alegre e forte, tenho amor e muita sorte, sou feliz, inteligente, vivo positivamente, tenho paz, sou um sucesso, tenho tudo o que peço, acredito firmemente no poder da minha mente!

EU SOU, EU POSSO, EU CONSIGO, EU REALIZO!

Assim é, Assim seja, Assim será!

Culpa

Culpa

Às vezes culpamos outras pessoas, nossa criação, uma possível vida anterior, se formos reencarnacionistas. Podemos responsabilizar Deus e/ou o demônio, ou simplesmente dizer: “Assim é a vida,” e aceitarmos a experiência negativa como uma coisa que nos é necessária.

Finalmente, poderemos chegar a um meio-entendimento da natureza da realidade e lamentarmos: “Acredito que causei estas coisas negativas, mas sou incapaz de revertê-las.”

Se esse for nosso caso, não acreditamos sermos criadores da nossa própria experiência. Assim que reconhecermos este fato, começaremos imediatamente a alterar nossas condições que causam nosso destino de insatisfação.

Ninguém nos força a pensar de uma forma em particular. No passado, podemos ter aprendido a considerar as coisas de maneira pessimista, que o sofrimento enobrece, como um sinal de profunda espiritualidade, uma marca que nos separa dos outros, uma roupagem mental necessária aos santos e poetas. Nada poderia estar mais longe da verdade, nossa consciência tem em si mesma o ímpeto profundo e permanente de usar nossas habilidades plenamente, expandir capacidades, aventurar-se com alegria para além das barreiras aparentes de nossa própria experiência.

Agradecimentos ao grupo Meta-física e ao amigo Luiz Garavello

Carta de um Cidadão Universal

Hoje eu me lembrei…
Que não sou branco, negro, amarelo ou vermelho.
Eu sou um cidadão do universo, no momento, estagiando como ser humano na Terra.
Hoje eu me lembrei…
Que não sou homem ou mulher, nem alto ou baixo.
Eu sou uma consciência oriunda do plano extrafísico, uma centelha vital do Todo que está em tudo!
Hoje eu me lembrei…
Que tenho a cor da Luz, pois vim lá das estrelas.
E sei que o meu tempo aqui na Terra é valioso pra minha evolução.
Hoje eu me lembrei…
Que não há nenhuma religião acima da verdade.
E que o Divino pode se manifestar de formas diferentes.
Hoje eu me lembrei…
Que só se escuta a música das esferas com o coração.
E que nada pode me separar do “Amor Maior Que Governa a Existência”.
Hoje eu me lembrei…
Que espiritualidade não é um lugar, ou grupo ou doutrina.
Na verdade, é um estado de consciência do Ser.
Hoje eu me lembrei…
Que ninguém compra Discernimento ou Amor.
E que não há progresso consciencial verdadeiro se não houver esforço na jornada de cada um.
Hoje eu me lembrei…
Que o dia em que nasci não foi feriado na Terra.
E no dia em que eu partir, também não será!
Hoje eu me lembrei…
Que tudo aquilo que eu penso e sinto se reflete na minha aura.
E que minhas energias me revelam por inteiro (logo, preciso crescer muito, para melhorar a Luz em mim).
Hoje eu me lembrei…
Que não vim de férias para o mundo.
Na verdade, vim para aprender e trabalhar (e também para vencer a mim mesmo nas lides da vida).
Hoje eu me lembrei…
Que não sou o centro do universo e que, sem a Luz, eu não sou nada!
Sem Amor, o meu coração fica seco… e sem a espiritualidade, o meu viver perde o sentido.
Hoje eu me lembrei…
Que ninguém sabe tudo e que conhecimento não é sabedoria.
Todos nós somos professores e alunos uns dos outros (e, acima de tudo, o Mestre de todos, o Grande Arquiteto Do Universo).
Hoje eu me lembrei…
Que não nasço nem morro, só entro e saio dos corpos perecíveis ao longo da evolução.
Hoje eu lembrei que sou mestre de nada e discípulo de coisa alguma.
Hoje eu lembrei que sem Amor ninguém segue e que, meu mantra é Gratidão!

Wagner Borges