O Que é “Cura”?

Cura pode significar diferentes coisas para diferentes pessoas.

Saúde se define como harmonia entre os três “eus”: UHANE, UNIHIPILI e AUMAKUA, ou tão somente: corpo, mente e espírito, e isto significa a mais alta ressonância ou frequência.

A Huna afirma que assim como cada aspecto de nossa trindade tem uma frequência específica, também cada órgão, osso ou sistema do corpo tem uma frequência de ressonância específica.

O conceito de doença então, implica numa contra-frequência ou dissonância da frequência saudável, fazendo com que parte do corpo vibre fora da sintonia ou em desarmonia.

Por meio do som ou modalidades vibracionais, é possível mudar a frequência da parte desequilibrada, possibilitando que ela retorne à frequência normal e reencontre o estado de saúde.

Na Huna, corpo, mente e espírito são vistos como conectamos entre si e o que afeta qualquer parte, afeta as outras. Por isso a verdadeira cura só ocorre quando o fluxo de energia esteja limpo, puro e desobstruído, conforme diz o princípio KALA.

Dessa perspectiva, toda cura vem do interior, mesmo que se necessite do auxílio de outra pessoa que nos possa dar uma carga extra de “mama” ao nosso corpo vibracional, de modo a ajudar a recuperar o fluxo natural da energia.

Como diz um curador: “você não pode fazer cócegas a si mesmo, mas outra pessoa pode. Precisamos de um campo secundário de energia para auxiliar no processo da cura.”

Uma vez que a energia segue o pensamento (princípio MAKIA) e a manifestação segue a energia, cada forma-pensamento de cura (prece-ação) tem realidade e pode manifestar algum nível de sucesso, de acordo com a intensidade da emoção.

Codificar maior luz em si mesmo, com frequência, desencadeia “CURA”.

Consciência coletiva dentro da norma, sincronizando temp/espaço, para tudo fazer: 915777918934198