Mude Seu DNA e Mudará Sua Vida (continuação)

Criando a Realidade

Nessa época de transição é importante o USO de ferramentas que ajudem ou facilitem a mudança.

Mas o uso de qualquer ferramenta requer antes de tudo, habilidades de quem a usa. E não saber usar a ferramenta provém do sentimento de menos valia.

Então, qualquer ideia deve começar pela valorização de si mesmo que é sem dúvida o esquecimento da conexão com o infinito princípio criador.

Passamos milhares de anos sendo ensinados que não somos merecedores, como indignos desde o nascimento (pecado original), possuidores de pouco ou nenhum valor.

Se você não reconhecer esse engodo e não resgatar seu valor, nenhuma ferramenta será efetiva.

Quando realmente reconhecer o fato de que é um aspecto digno e valioso do infinito, que é um aspecto amado é apoiado da criação e se atribuir esse mesmo valor, só então estará apto a usar as ferramentas.

As ferramentas serão tão fortes e poderosas quanto a energia de cada um, pois elas recebem a energia de quem as usa, recebem de cada um a capacidade de realização.

A primeira condição é a valorização própria.

A personalidade ou máscara (persona) é criada a partir de três ideias: SISTEMA DE CRENÇAS, EMOÇÃO E COMPORTAMENTO.

Comparando com uma construção, o sistema de crenças é o PROJETO (planta).

As emoções são os CONSTRUTORES. O comportamento é o MATERIAL da construção, os pensamentos e ações de cada um de nós, do dia a dia.

Você pode compreender então que a natureza do projeto e a clareza do desenho, vão determinar o produto final. A natureza dos construtores determinará a qualidade do produto e a natureza do material, determinará a qualidade da construção final.

Quando essas três coisas estão em alinhamento a sua realidade vai refletir uma estrutura forte, uma realidade forte. E se algum desses está faltando ou em desequilíbrio, sua construção será cambaleante.

O seu plano de projeto é o sistema de crenças. O seu construtor emocional ou o seu comportamento, material de construção, quanto a ideia de valorização própria, resta saber de que modo conservá-lo ou trazê-lo de volta ao equilíbrio.

Ora, resta lembrar que a realidade física não passa de um espelho que reflete apenas aquilo que você apresenta.

Considere isso baseado em apenas quatro LEIS. Não leis humanas, mas leis universais imutáveis, são leis que estruturam a totalidade da CRIAÇÃO.

1 – VOCÊS EXISTEM: existem agora, sempre existirão e sempre terão existido. Mesmo quando muda de forma, a qualidade daquilo que existe é apenas SER, e o que é sempre será – portanto quanto a isso RELEXE.

2 – O UNO É TODOS, E TODOS SÃO O UNO: todos os pedaços reunidos formam o Uno que conhece a si mesmo e simultaneamente cada pedaço.

Isso significa que a criação não é separada do criador, mas feita do criador.

Tudo o que existe, cada pessoa, lugar, cada conceito distinto, cada individualidade é uma parte da mesma totalidade única.

HOLOGRAFICAMENTE, cada parte isolada é o todo se expressando a si mesmo como parte do todo. Portanto, o UNO é todos e a totalidade é o UNO.

3 – AQUILO QUE VOCÊ ENCAMINHA É O QUE RECEBE DE VOLTA: a energia que se emite baseado nas crenças, nas emoções e comportamento, sua frequência vibracional, é que determina a espécie de experiência que se tem, porque a realidade física só existe como um reflexo daquilo que se acredita com muita intensidade e “que é verdadeira para você.”

A realidade física é um ESPELHO; se você olha o espelho e vê seu rosto com o senho franzido, ele reflete seu estado de ser. Se você quer que a imagem refletida sorria, primeiro você tem que SORRIR.

Não existe modo de mudar o reflexo, sem que mude você primeiro.

A ideia de que a realidade física é como um espelho, ela não vai mudar sem que você mude primeiro.

4 – A MUDANÇA É A ÚNICA CONSTANTE E TUDO MUDA EXCETO AS QUATRO LEIS: todas as experiências que até agora tivemos, estão sendo agora ou chegaremos a ter algum dia, estão baseadas na combinação dessas leis.

Daí compreende-se que a INTENÇÃO é a motivação que direciona seu comportamento e escolhas.

A motivação se baseia na emoção e a emoção nas crenças. O sistema de crenças está baseado no prazer e na dor, bem e mal…

Quando abandonamos esses conceitos de dualidade e ser só o que se “é”, criados a imagem do infinito com infinitas possibilidades de experiência. Então é preciso abrir mão, abandonar o que você pensa que é e aceitar o seu ser total. É desistir de suas limitações, abrir mão das limitações.

É seguir com alegria, é seguir a sua emoção do melhor modo que puder, pois elas são o cerne verdadeiro do seu ser original, é a frequência da energia do seu ser natural.

Então, circunstâncias e oportunidades que são alegria e bem-estar refletem essa imagem, no espelho da realidade.

IKE LA’A KEA