Pense por um instante

“Pense por um instante…
O que realmente quer agora?
O que quer hoje em sua vida?
Pense e, então, diga: Aceito para mim… (diga o que quer).
Descobri que é nesse ponto que a maioria fica presa.
O resultado é a crença de que não merecemos o que queremos ter.
Nosso poder pessoal está na forma como vemos nosso merecimento.
E nosso desmerecimento vem de mensagens da infância.
Repito, não precisamos crer na incapacidade de mudar por causa dessas mensagens.
Muitas vezes, as pessoas vêm até a mim e dizem: “Louise, as afirmações não funcionam”. Na realidade, não tem nada a ver com as afirmações, mas com o fato de não acreditarmos que merecemos o bem.
O modo de descobrir se acredita merecer algo é fazer uma afirmação e notar os pensamentos que aparecem ao dizer. Em seguida, anote os porquês… quando os vir no papel, ficará muito claro para você. Tudo o que o impede de merecer e se amar é a crença ou opinião de outra pessoa que você aceitou como verdade.
Quando não acreditamos merecer o bem, derrubamos aquilo que nos sustenta, o que podemos fazer de inúmeras formas. Podemos criar o caos, perder coisas, nos magoar ou sofrer problemas físicos, como quedas e acidentes.
Precisamos começar a crer que merecemos todo o bem que a vida nos oferece.
Para reprogramar a crença falsa ou negativa, qual seria o primeiro pensamento necessário para dar início à criação desse novo resultado na vida? Qual seria o alicerce ou a fundação necessária para ficar em pé? O que é preciso para conhecer? Acreditar? Aceitar?
Alguns bons pensamentos pra começar são:
Eu valho muito…
Eu mereço…
Eu me amo…
Eu me permito ser pleno…
Esses conceitos formam a base das crenças sobre as quais se pode construir. Faça suas afirmações sobre esses alicerces para criar aquilo que quer.”

Louise L. Hay