To’i Honua (O Rei que criou os céus)

Oh! Aquecidos eram os céus,
Oh! Reluzentes eram as esferas celestiais,
Refletindo a luz do sol para longe do
Reino de Deus
Num fluxo de calor, que irradiava das estrelas.

Resplandescente foi a criação do Havaí.
Raios em chama saltavam do sol nascente
Naquele esplendoroso local no espaço montanhoso.

O homem é descendente do Santuário Sagrado do
Rei que criou os céus.
O Santuário do Rei do Céu que foi a causa
Daquele reino distante brotar e florescer;
Consagrado Reino de Teave, o Mundo de Teave.
Teave, o Rei, ordenou que a vida partisse da sua
Fonte infinita e embarcasse numa jornada viva.
Oh! Teave, que irradiou o fluxo carmesim da aurora,
Oh! Teave, do qual a vida cobriu-se de folhas e brotou,
Oh! Teave, que aplaudiu com o trovão e brilhou com
O raio,
No Céu,
Com a chegada do sol, quando seu Senhor Rono nasceu.

Nota:
Cântico traduzido por Leinani Melville do livro do Dr. Emerson “Unwritten Literature of Hawai’i”. É um cântico dedicado ao “Rei” que criou os Céus: O Supremo Teave. Conta a história de como surgiu e se desenvolveu o Havai’i.

O Conhecimento dos Segredos da Vida