Associação de Estudos Huna

Posts by Heloisa Emer

Artigos

Somos o que Pensamos

Somos de vidro, também de pedra, água e areia…

Viajantes do tempo. O remetente e o destinatário.

Tudo que jogamos contra o vento vem ao nosso encontro. Somos o próprio reflexo que vemos no espelho e além dele. Somos a vida e a morte. O tudo e também o nada. Somos idealizadores. Sonhadores. Propagadores. Feitos de inocência num mundo de regras. Maldosos ou bondosos – no tempo exato…

Ora oferecemos riscos, ora somos a mais perfeita das ternuras. O ponto de encontro está em cada um de nós. Encontrar-se é o desafio. Entender-se sagrado é o caminho. Enxergar além de, é o que falta. Permitir-se acolher o irmão e entender que ele é tão frágil e tão forte como nós é a meta. Que ninguém é melhor do que ninguém. No final das contas somos pó…

Nem sempre intactos. Nem sempre puros…

O importante é buscar, olhar para dentro de si e observar que o mundo é benção, que somos filhos da Graça – temos a divindade dentro de nós…

“Sejamos gratos às pessoas que nos proporcionam felicidade, são elas os adoráveis jardineiros que nos fazem florir a alma.”

São Tomás de Aquino

Artigos

Elohim

Somos fractais, somos Elohim.

Tudo no universo é um som, que gera uma cor e que se converte numa forma geométrica.

O homem liberto está mais além do destino do mundo.

O espírito criador está acima de todas as coisas. Podemos retomar o “cetro”: símbolo do conhecimento superior. E o “Ouro de Ofir”: símbolo da Intuição.

Com o suporte da “Imaginação”: geometrizar. As energias extraídas do ar ou do Éter, que compõe o espaço. E as zonas neutras no interior do corpo, através do equilíbrio: negativo + positivo = neutro.

Que é a essência vital da criação. Soma das polaridades. Zona neutra é um intervalo criador. É o fecundo vácuo quântico.

Temos que treinar a ciência dos intervalos: inspiração/expiração.

Ser um com divindade interior é conhecer a si mesmo.

DEVOÇÃO: é a atividade interior do teu “Deva”, o teu “Eu Essência”, Elohim.

O serviço feito e prestado com AMOR, nos leva a vir a ser, o que aspiramos e respiramos. Respiramos o que aspiramos.

Artigos

AKASHA

AKASHA: céu no sentido de cosmos, não local, espaço ou tempo.

Acesso ao conhecimento diretamente do cosmos.

Acessar através da energia de ponto zero, um mar de energia presente em todo universo, ondas quânticas: um campo de informação inteligente.

Todos os cérebros são capaz de acessar, pois é vital, para suas orientações.

Mas só o cérebro humano tem desenvolvimento para interpretar as informações, o cérebro é um receptor elétrico. Interpretações que vêm da interioridade.

HUNA KA MANA-LOA, IKE AO NEI

Artigos

Deus é Amor

Inhotep há 2.800 a.C. afirmava que Deus é Amor e que no Universo, dentro da percepção do Homem, só há duas grandes forças opostas, O Amor e o Medo.

Quem ama não julga, fica neutro, e espera que o próximo cresça mentalmente. Quem ama esclarece na medida do possível, e “à medida que o amor aumenta, o julgamento diminui”.

É necessário que haja o amor compartilhado para que haja progresso para todos pelo esclarecimento com entendimento. Quando o amor é unilateral só quem ama cresce.

A expressão: “Deus é Amor”, atribuída a Inhotep no Egito, está de acordo com os princípios dos Magos da Polinésia. Já o Medo traz a Inveja e todas as suas consequências. O Medo é pai e mãe do Orgulho e da Soberba e seus derivados, sendo os mais nefastos o orgulho do religioso e a soberba do que se acha espiritual.

Professor Alberto Dias