Associação de Estudos Huna

Artigos

Nova Terra

Acolher a própria sombra é saber acolher esse impulso primitivo que temos e usar essa força para criar.

Observar os picos desses impulsos e compreender que eles têm a ver com a própria sensibilidades da pessoa.

Os espíritos são atraídos para o planeta, que estão afinados de acordo com a necessidade cármica de cada um.

Estão acontecendo transformações planetárias do ano 2000 para cá e estão entrando muitos espíritos de outros planetas, por isso o nascimento de crianças índigos, cristais e arco-íris. Por isso são crianças precoces e capazes de absorver tantas informações. Elas são a base para a NOVA TERRA. A NOVA TERRA não terá mais potencial cármico para doenças, pobreza e burrice.

A cosmo ética todos têm, não se aprende, mas se acessa.

Isso vai despertar a paranormalidade que já vem através da genética. Os códigos bloqueados geneticamente pelos que manipularam o DNA humanoide primata, voltam a se ativar.

A idade média foi uma época em que esses códigos voltaram a se ativar. Por isso aquele período de caça às bruxas. Foi de certa forma providencial, porque as mentalidades da época não estavam preparadas e então os que não morreram nas guerras, morreram na fogueira.

Atualmente estamos num novo surto de paranormalidade e precisamos estar preparados espiritualmente para saber usar de forma responsável, a paranormalidade e a tecnologia avançada.

A alimentação é importante nesse processo, o AÇÚCAR, por exemplo, inibe a conexão com o espírito. A água, com os produtos que usam, flúor, cloro, também é uma forma de controle da mente e do potencial avançado, pois adoece e deixa as pessoas sob controle e com a doença se obtém lucro com os remédios. Todos sabemos o que é a indústria da doença, mas temos a liberdade, pelo conhecimento, de evitar programas e alimentos que nos mantém hipnotizados.

O que mais afeta a humanidade é a velocidade da informação, exemplo, o consumismo faz com que as pessoas queiram sempre um iPhone mais avançado, um excesso de roupa sem a menos necessidade, tudo por não querer olhar e encarar o vazio interno, a pessoa busca sempre preencher as insatisfações com “coisas” externas.

Estamos entrando na terceira revolução tecnológica, a era do computador quântico, da inteligência artificial e que já existe, por exemplo a NETFLIX, o identificador de local e tantos outras formas de armazenar informações.

Com a velocidade da tecnologia, logo teremos corpos cibernéticos atraindo espíritos.

A MELHOR FORMA DE AJUDAR O PLANETA É SE TORNANDO UMA PESSOA MELHOR.

A PAZ é a substância necessária para as expressões dos sentimentos mais nobres, como de amor, alegria, compaixão. Se não houver PAZ, não há ambiente.

Por isso ainda há necessidade de adoecimento e desencarne coletivo (Brumadinho).

A TERRA precisa de unidade, que as células que a habitam sejam coerentes com seu ecossistema.

Nós seres humanos nos comportamos como células malignas para a terra, somos incoerentes.

Uma célula saudável funciona de acordo com os mecanismos da vida. Para isso é muito importante as práticas de cura, de harmonização e auto conhecimento.

Sugestão de três práticas:

MEDITAÇÃO: não porque é legal, mas sim por que é PRECISO.

RESPIRAÇÃO: prática da presença.

AUTO-OBSERVAÇÃO: sem julgamento.

Primeiro olhar de forma benevolente para si mesmo e depois será natural, olhar os demais.

Dois minutos com intensidade presencial, valem muito mais do que duas horas de prática forçada.

A SABEDORIA INTERNA DETÉM TODO CONHECIMENTO, É A SABEDORIA QUÂNTICA.

A NOVA TERRA requer um novo estado de consciência.

ALOHA NUI LOA

(Baseado em ideias da palestra de Horácio Frazão)

Boletins

Boletim 133

Amigos companheiros da caminhada HUNA, o boletim de número 133 está trazendo temas e experiências vivenciadas no último encontro HUNA em Torres. E agora compartilhado, com ALOHA, com todos vocês.

ALOHA NUI LOA

Artigos

Sintonia com o Universo

Como trilhar um caminho de auto-conhecimento seguro e eficaz

Hoje com a velocidade de informações, uma criança de 8 anos detém mais informação do que um Eistein em seu período.

As informações estão cada vez mais rápidas e nós precisamos estar em condições de lidar com isso. Temos que saber lidar com o que chega até nós.

Por estranho que possa parecer, necessitamos silenciar a mente para lidar com absolutamente tudo, porque estar em paz é a coerência, paz é a ausência de conflito que me permitirá observar e apreender somente aquilo que for apropriado.

Quanto maior o auto-conhecimento, aumenta a consciência e o silêncio interior, o caminho da natureza é um caminho de retorno para si mesmo. Viver as próprias possibilidades de ser e existir, que é sua e é única.

A prática da meditação é a prática de silenciar a mente para mergulhar em si mesmo, no universo interior. Já sabemos que não há nada lá fora, só há informação e interpretação. A meditação nos permite acessar um nível de comunhão com a natureza, para fluir e interagir com ela, já que dela somos um fractal.

Auto-conhecimento e auto-ajuda se diferenciam. Auto-conhecimento é um movimento espiritual, um movimento de consciência, de ser observador. Auto-ajuda já é um processo mental de superfície, de lapidar-se, é um processo ou método para chegar ao auto-conhecimento.

Cada um está concebendo um processo para chegar ao auto-conhecimento que é exclusivo, se eu falar em azul, quem pode afirmar que o tom de azul que eu vejo é igual ao que o outro vê?

Nós criamos tudo e por isso somos 100% responsáveis por nós, toda e qualquer doença é criada por um nível de conflito interno, que nos distancia da natureza.

Exercício de desdobramento de realidade física: observar que cada um processa as informações de seu modo, como numa visualização, por exemplo. Porque cada um está no seu próprio processo de desenvolvimento tanto interno, como externo.

A natureza é um processo NEUTRO, nós é que nos afinamos com um ou outro ponto de vista de acordo com nossas próprias necessidades de aprendizado.

Nós somos um universo, partícula do multiverso, num processo dinâmico de desenvolvimento, buscando o EQUILÍBRIO.

NÓS é que optamos por esse ou aquele comportamento, esta ou aquela religião, profissão e relacionamentos.

Nós criamos o próprio mundo, IKE – o mundo é o que você pensa que é.

Vídeos

A Porta