Associação de Estudos Huna

Artigos

A Essência do que Somos

A expansão da consciência, é uma experiência espiritual, só comprovada, se vivida e não teorizada.

Todos os seres humanos possuem a mesma estrutura básica, só que alguns poucos, sábios e Santos, chegam a um nível de compreensão mais elevada, por uma força interior, por uma atração do “Eu Essência”, centelha de LUZ, EU SUPERIOR.

Como qualquer humano precisaram optar no dia a dia, pela PAZ e não pela discórdia, pela consciência e não pela revolta, pelo compartilhar e não pelo competir.

Buscar hoje, esse caminho de auto-consciência e domínio, pode parecer mais difícil. Buscar um momento para silenciar, para meditar.

Pense em você HOJE, quanto tempo gastou com deveres, compromissos e exigências externas. Quão cansado se sentiu, o barulho de incessantes pensamentos e quanto de observar-se, tomar consciência e optar?

Hoje não importa o quanto tudo é acelerado e exigente, se você não quer viver sob constante STRESS, aquiete a mente, busque o refúgio do seu próprio centro, que é o jeito de prevenir-se e renovar-se.

Todos temos esse magnetismo interior, esse caminho para dentro, esse retornar para o essencial e desligar-se das situações externas.

Isso não significa ignorar o que está acontecendo no mundo, mas significa, reposicionar-se, renovar as forças, resgatar o próprio poder, redefinir o mundo “aqui dentro” e o mundo “lá fora”. Especialmente perceber que se lá fora eu sinto medo, aqui dentro eu sinto PAZ. Lá fora existe luta, dentro rendição.

Se você estiver centrado, não será perturbado pelas circunstâncias externas. A própria intenção de tomar consciência, já oferece a ALEGRIA de simplesmente VIVER. Lá fora você vive o tempo,  no interno você vive o ETERNO.

É dentro de você que você faz o contato com a FONTE de criatividade e de possibilidades.

É na plenitude da consciência que você sai do jogo dos opostos: Luz X sombra, bom X mau.

Pois tudo é uma questão de ter a mente quieta, a coluna ereta e o CORAÇÃO tranquilo.

Notícias

Falecimento

Informamos aos amigos e filiados da AEH o falecimento de MIROCEM DE OLIVEIRA ELIAS, ex-presidente da AEH – ano 2006, amigo, colaborador e palestrante da Associação de Estudos Huna por longos anos. Será bem acolhido pelos Põe Aumakuas em Pô!

Aloha nui loa!

Artigos

A Evolução da CONSCIÊNCIA

É evidente o aumento das pessoas que buscam um caminho espiritual. Como também,  com a evidente decadência das religiões institucionalizadas, mais as pessoas procuram por elas mesmas e nelas mesmas, o desenvolvimento da CONSCIÊNCIA ESPIRITUAL, a UNIÃO (yoga), do corpo, mente e alma.

Buscam se conhecer e saber lidar com o lado obscuro da sua vida interior e exterior. Intuitivamente buscam a transcendência, que é a experiência para além da dualidade.

Corpo, mente e espírito, são aspetos de uma mesma consciência, expressa em diferentes aspectos, abrindo assim um portal de múltiplas possibilidades. Um sistema de vida e consciência saudáveis, uma percepção multidimensional.

Para isso só há um pré-requisito, auto-conhecimento, auto-consciência, um nível de compreensão elevada, que chamamos de ILUMINAÇÃO. Nossos múltiplos aspectos ou múltiplos EUS, vão se transformando, o EU que sou hoje, já não é o eu da infância, nem da adolescência, pois sempre estamos em processo de transformação. Somos concebidos para a renovação em nossos múltiplos aspectos, corpos e EUS. Novos pensamentos e novas células substituem constantemente os antigos. A identificação com o “EU ESSÊNCIA”, verdadeiro e imortal, conectado com a Fonte, pura consciência e puro SER.

Esse EU, de sua posição elevada, ligado à Fonte do tudo que É, somente testemunhando e não mais se preocupando, não se esforça e nem teme.

Desse lugar de domínio tranquilo, esse SER que “É”, observa todas as vivências. Desse ponto de visão transcendental, não há espaço para expectativas, perdas, nem decepções, mas de permitir-se vivenciar que tudo compõe a TOTALIDADE.

Artigos

O Corpo Físico

Nosso corpo é como uma maravilhosa sincronia. Se cada peça está cumprindo sua função, o conjunto trabalhará de forma perfeita.

Ele é flexível e se molda de acordo com as vibrações emitidas pela mente, que recebe as impressões do espírito que o anima e sustenta.

Cada um de nós é responsável pela manutenção de um corpo saudável, sintonizando com as frequências mais apropriadas que possamos encontrar no planeta e suas esferas sutis, que nos rodeiam.

De acordo com o que pensamos e sentimos, sintonizamos com as vibrações irradiadas e moldamos nosso corpo. Para nos mantermos saudável, precisamos educar a mente, cuidando dos pensamentos, que suscitam as emoções e dessas partículas de consciência depende o funcionamento de cada uma das partes do organismo.

Quando um pensamento negativo, como o “medo” ou a frustração, se apoderam da mente, esses pensamentos e sentimentos emitem radiações perniciosas, altamente prejudiciais ao organismo, e todos temos essa experiência em maior ou menor grau.

Todos já comprovamos, por experiência própria, que o nervosismo, a tenção, o stress, bloqueiam o livre fluir da energia, enrijecem os músculos, causam desconforto e mal estar.

Por isso é que buscamos incessantemente uma transformação interior, um aprimoramento interno e para isso estamos aqui. E esse é um trabalho que ninguém pode fazer pelo outro, apenas cada um pode fazer por si mesmo.

Hoje já é testado e comprovado que os pensamentos afetam as pessoas, os animais, o ambiente, as plantas ao nosso redor, mas os primeiros a serem afetados são os nossos próprios centros energéticos, ou sistema de Chakras, que manifestarão saúde ou debilidade, segundo a qualidade de cada pensar e sentir.

Dai está bem fundamentada a “observação de si mesmo”, mantendo a consciência de que o veículo físico que usamos, é o meio pelo qual o nosso SER essência se expressa nesse plano.

Tome consciência de que você mora no corpo e permaneça atento, desperto, como um porteiro alerta, que pede credenciais a todos os que entram.

Revise os pensamentos, não permitindo a entrada na sua morada, os pensamentos que tragam dúvidas, discórdia, medos e insegurança.

E deixe passar, acolhendo os pensamentos de amor, perdão e fraternidade. E diga para si mesmo “EU SOU A PORTA” e permito a entrada de tudo que eleve suas vibrações e lhe traga mais energia.

E já que compreendemos que os pensamentos negativos roubam energia, baixam nossa frequência e luz, a auto-estima, o PODER e além disso, deixam-nos à mercê de forças involutivas. Porque sempre é nós que atraímos os nossos obsessores, sejam eles encarnados ou desencarnados. Vamos nos precaver, para manter nossa identidade ligada com nosso EU SUPERIOR, com nossos Amparadores, mestres e isso depende muito mais de nós do que deles.

Assim concluímos que por nossa baixa frequência, invigilância e negatividade e por compactuarmos com os problemas, dificuldades e outras formas pensamentos de mesma frequência, atraímos doenças, miasmas, parasitas energéticos. E que a doença do homem é a mesma doença da humanidade: a ignorância sobre si mesmo, sobre suas questões existenciais mais profundas e transcendentes.

Artigos

Auto-Cura

A doença do homem é a mesma doença da humanidade, a “falta da verdadeira visão” sobre suas próprias questões profundas e transcendentais.

Embora todos os benefícios da medicina alopática, ela tem um aspecto prejudicial no que tange à “consciência”, por transformar o paciente em vítima impotente e não um participante ativo de todo o processo. Pois a cura da doença vem junto com a cura da visão distorcida da humanidade.

Quando o mundo for realmente de PAZ e progresso, justiça, fraternidade e igualdade, as doenças serão raras, pois estarão praticamente curadas em suas causas, isto é, no nível sutil de seus pensamentos e sentimentos.

A doença continua sendo vista apenas em seu aspecto físico, sem considerar que a origem é a nível sutil, de corpo mental, emocional e sistema de Chakras.

A cura de doenças implica numa cura de crenças. Pessoas nervosas sofrem do estômago, plexo solar.

Pessoas tristes sofrem de problemas de coração e pulmão, chakra cardíaco.

Raiva afeta o fígado. Cristalizada, gera cálculos biliares.

Medo, afeta os rins, a mágoa, a bexiga, o endurecimento, afeta as articulações.

Por isso, tratamentos psicológicos, homeopatia, que são mais vibracionais, energéticos, bem como os florais, por seus maiores níveis de sutileza, como também, a psicobioenergética, que atua diretamente nos corpos energéticos, são mais adequados na cura das causas.

A cura vem do alinhamento da persona com a essência, perpassa o corpo físico, o corpo astral ou emocional, o corpo mental, o corpo causal, o corpo atômico, o corpo monádico, o Adi ou Brahman, ligado ao todo.

Toda cura verdadeira é AUTO-CURA.