Éter

O Éter, imóvel, invisível e contínuo, que conduz as ondas luminosas de estrela a estrela, de átomo a átomo.

“Não somos produtos de reações químicas e sim de uma carga energética.”

Não existe eu e os outros, existe um campo de força que está em tudo e de onde a existência surge.

Esse campo e tudo mais, nosso coração, nosso cérebro, memória, a fonte motriz do mundo.

A fonte além dos genes, que determinam se estamos ou não saudáveis. E ao mesmo tempo é a força utilizada para a cura.

Einstein disse: “o campo é a única realidade”.

Quando nos abrimos para a nossa multidimensionalidade, buscamos energia para agir a partir de fontes inconscientes. Percebe-se a partir de outros ângulos e dimensões e não apenas da dimensão física.

Se você vislumbrar o eu total, você percebe a natureza de outras realidades não físicas.

“Toda mínima experiência tem mais repercução nos aspectos multidimensionais, do que o cérebro físico pode perceber.”

Seria a consciência Crística ou Cristalina?

Seria o espírito coletivo do mundo, de todas as consciências combinadas?

A natureza de Buda (iluminado), Crística (cristal) ou simplesmente “o grande spiritum” do universo. O espírito da unidade, do amor, da criatividade que move cada um.

Todos lúcidos que chamamos Mestres, disseram que podíamos ser como eles, agir como eles.

“EU SOU O CAMINHO”, significa: “sejam assim”, não significa seguir alguém.

A chama, a energia, a Luz, está dentro de nós, em nenhum outro lugar.

Não procure fora se a causa está dentro.

Deixe uma resposta