Eu Essência

Disse Confúcio: “Aquele que não encontrar o paraíso na Terra, não espere encontrá-lo no céu”.

Cada ser humano possui um intenso campo eletromagnético que atrai pessoas, eventos e até mesmo estilos de vida.

Tudo que trazemos para nossa experiência chega por causa da poderosa “lei da atração”. Ela se dá basicamente por meio de três diferentes formas: pensamentos, palavras e ações.

O começo de tudo é o pensamento – somos atraídos pelas imagens que mantemos em nossa mente e tudo que passa na mente é atraído por você.

Esses pensamentos e imagens produzem emoções. Já a ação é a via mais poderosa, é aquela que produz o efeito maior no plano físico.

Intuitivamente sabemos que a ação tem um impacto direto no mundo físico à nossa volta, por isso evitamos ações com impacto negativo.

Mas das três vias, a palavra é sem dúvida a semente que precisa ser refinada, pois possui um poder maior que o pensamento para criar realidades.

Você observa de forma muito clara o poder da palavra quando observa a fala das pessoas positivas e altruístas e as negativas, cercadas de sofrimento e caos.

O reconhecimento de duas diferentes qualidades do “eu” é uma questão fundamental no caminho do homem desperto: um é o “eu essência”, que contém a potencialidade da criação, o outro é o “eu ego”, muito diferente do primeiro.

O primeiro nos permite simplesmente SER, agradecendo pela oportunidade da vida.

O segundo é sempre identificado com algo que você pensa que é ou que representa para o mundo.

Enquanto o “eu essência” se alimenta da Luz permanente, derivada diretamente da fonte, o “eu ego” se alimenta da luz perecível e por isso fica vulnerável ao brilho da casca, que só enxerga o rótulo.

O “eu ego” se utiliza do julgamento, o “eu essência” da humildade.

A palavra tão conhecida “ABRACADABRA” de origem hebraica, significa: “EU CRIO O QUE EU FALO”.